Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

Despedida

música: Frank Sinatra - "My Way"
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 03:34
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 13 de Janeiro de 2008

O Valor de Uma Mulher

música: The Rigthouse Brothers - "Unchained Melody
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 16:25
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

Como Esquecer?

música: Nat Kong Cole, Natalie Cole "Unfortgettable"
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 13:33
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Domingo, 18 de Novembro de 2007

Quando Me Amei de Verdade

 

Há palavras, músicas, livros, filmes que chegam até nós e têm o poder de nos alegrar, ou de entristecer, ou ainda, de ser um bálsamo para a alma. Partilho convosco este texto magnífico de Charlie Chaplin. Procuramos sempre o amor fora de nós, esperamos sempre que sejam os outros a trazer à nossa vida um pouco desse sentimento sublime que é o amor.Claro que “no man is na island” mas quando deixarmos de temer a solidão, quando passarmos a gostar de nós tanto quanto gostamos dos outros, quando percebermos que tudo aquilo que nos acontece tem uma razão… seremos, com certeza, pessoas mais felizes. 

 

 

publicado por aspalavrasnuncatedirei às 08:33
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Sábado, 10 de Novembro de 2007

Reclamar ou Resolver?

 

 

 Imagem Retirada da internet

 
Em geral, quando as pessoas têm um problema, primeiro reclamam e depois, quando chega a hora de o resolver já não têm energia, pois já a gastaram a reclamar. Ou seja, a energia que se gasta a reclamar não se gasta a resolver.
 
Temos que começar a perceber que tudo o que nos acontece na vida é da nossa exclusiva responsabilidade, somos nós que atraímos tudo o que nos fazem. Cada obstáculo é uma oportunidade que nos é dada para crescermos. É o Céu a mostrar que há uma outra forma de resolver o problema ou a indicar-nos que não estamos no caminho certo.
 
Sempre que algo falha na nossa vida temos duas hipóteses: podemos ficar a reclamar com o “outro”, ou podemos intuir que é uma construção do Universo para crescermos mais. Para conseguirmos ver a situação sob o ponto de vista da outra pessoa, por exemplo.
 
Se nós conseguimos perceber que o que nos está a acontecer tem uma razão de ser, conseguimos avançar com uma energia diferente, mais consciente. O ser humano tem uma capacidade de resistência e adaptação tão grande que, quando encontra um obstáculo, se o souber aproveitar pela positiva e não ficar a julgar, se não ficar a analisar, se parar e chorar o que tiver que chorar, depois tudo vai servir para crescer.
 
É a tal questão do livre arbítrio, das escolhas que fazemos, até perante os obstáculos que nos aparecem. Podemos optar por restringir ou por ampliar as nossas capacidades. Como Ele diz:
 
Se Deus vos colocou num mundo com problemas é porque Ele sabe que, tentando superar os obstáculos, vocês vão ficando mais inteligentes, mais evoluídos. E se conseguirem conectar-se e resolver os assuntos com a vossa alma, ainda melhor. Deus colocou-vos problemas para vos ajudar a evoluir.
 
Alexandra Solnado


 

publicado por aspalavrasnuncatedirei às 03:15
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Emoção

Imagem Retirada da Internet

 

 A emoção é o motor de arranque da vida. Um acontecimento sem emoção não é um acontecimento. É apenas a matéria a mexer-se. E a matéria a mexer-se não é nada. Até o vento faz a matéria mexer-se, não é necessária a intervenção do ser humano.
Precisamos do ser humano para dar emoção aos acontecimentos, para dar alma às coisas.
E a emoção que as pessoas colocam nas coisas ou acontecimentos liberta uma energia sem limites. A emoção faz rodar o mundo, faz as pessoas rodarem o mundo.
A emoção faz as crianças nascerem, os projectos prosperarem, as distâncias diminuírem e a vida acontecer.
Quais os assuntos que merecem a nossa atenção? Os que suscitam emoção? Estar num evento sem alma é como ser uma pedra à espera que a vida passe. Para morrer. Para um dia, talvez, voltar a nascer, com outra consciência. Com outro propósito. Com outra emoção.
O assunto que tens em mãos suscita-te emoção? Que tipo de emoção? Qual a parte de ti próprio que estás a colocar nas coisas?
Faz uma meditação. Fecha os olhos, respira e pergunta: «Que parte de mim próprio é que eu estou a colocar neste acontecimento? A mente ou o coração? Está tudo esquematizado ao pormenor, ou tudo começa apenas com uma imensa vontade?»
Se a resposta for a segunda, avança.
 
Luz, Alexandra Solnado


música: Donald Walters - "Namaste, Salutation"
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 11:11
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Domingo, 19 de Agosto de 2007

Eu acredito em Deus

 

 

Imagem Retirada da Internet

 
Eu acredito em Deus.
Mas não sei se o Deus em que acredito,
É o mesmo Deus em que acreditam os outros.
O Deus em que acredito não foi globalizado.
O Deus com quem converso não é uma pessoa,
Não é pai de ninguém.
É uma ideia, uma energia, uma eminência.
Não tem rosto, portanto não tem barba.
Não caminha, portanto não carrega nenhum cajado.
Não está cansado, portanto não tem trono.
O Deus que me acompanha não é bíblico.
Jamais se deixaria resumir por dez mandamentos,
Algumas parábolas e um pensamento que não se renova.
O meu Deus é tão superior quanto o Deus dos outros,
Mas a sua superioridade está nas diferenças,
Na aceitação das fraquezas e no estímulo à felicidade.
Avé Maria, Pai Nosso: isso qualquer um decora
Sem saber o que está a dizer.
Para o Deus em que acredito, só vale o que se está a sentir.
O Deus em que acredito não condena o prazer.
Se Ele não te controlo sobre as enchentes, guerrilhas, violência,
Se Ele não tem controlo sobre os traficantes, corruptos e vigaristas
Se Ele não tem controlo sobre a miséria, o cancro e as mágoas,
Então que Deus seria Ele se ainda por cima
Condenasse o que nos resta:
O lúdico, o sexo, o nascimento de uma criança
Que vai nascer e crescer livre, se assim o permitirem.
O Deus em que acredito, não me abandona,
Mas exige-me mais do que uma visita à Igreja,
Uma flexão de joelhos, uma doação aos pobres.
O Deus em que acredito não carrega nenhuma cruz.
A cruz pesa onde tem que pesar: dentro.
O meu Deus não é difícil nem distante
Sabe tudo e vê tudo.
É discreto e optimista.
Não se esconde, pelo contrário, aparece sempre,
Principalmente quando preciso.
O meu Deus é humilde.
Não posso imaginar um Deus repressor,
E um Deus que não sorri.
Porque quem não te sorri, não é teu cúmplice.
 
                                                              Lacqua


música: Tortoise (Water)
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 19:12
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|

Aprendizagens

publicado por aspalavrasnuncatedirei às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007

Solidão vs Solitude

 

Solitude

 

 

Zen Tarot Card

Quando está sozinho, não está realmente só, está simplesmente solitário, e há uma grande diferença entre a solidão e a solitude. Quando sente a solidão, fica a pensar no outro, sente a falta dele. A solidão é um estado de espírito negativo. Sente que seria melhor se o outro estivesse ali (o seu amigo, a sua esposa, a sua mãe, a pessoa amada...)  A solitude é a presença de si mesmo. A solitude é muito positiva, é uma presença, transbordante. Sente-se tão pleno de vida que pode preencher o universo inteiro com a sua presença, e não há nenhuma necessidade de ninguém.
Osho The Discipline of Transcendence, V. 1 Chapter 2
 
 
 
Quando não existe "alguém significativo" na nossa vida, podemos sentirmo-nos solitários, como podemos desfrutar da liberdade que a solidão nos traz. Quando não encontramos apoio nos outros para as nossas verdades sentidas profundamente, podemos sentirmo-nos isolados e amargurados, ou então celebrar o facto de que o nosso modo de ver as coisas é seguro bastante, até para sobreviver à poderosa necessidade humana de aprovação da família, dos amigos...
Se se encontra numa situação destas, neste momento, tome consciência de encarar o seu "estar só", e assuma a responsabilidade pela escolha que fez. A figura humilde desta carta brilha com uma luz que emana do seu interior. Uma das contribuições mais significativas de Buda para a vida espiritual da humanidade foi insistir junto a seus discípulos: "Seja uma luz de você mesmo". Afinal de contas, cada um de nós deve desenvolver em si a capacidade de abrir o seu próprio caminho através da escuridão, sem quaisquer companheiros, mapas ou guia.

Copyright © 2007 Osho International Foundation
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 14:20
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Agosto de 2007

Quem Mexeu no Meu Queijo

 

 
Quem Mexeu no Meu Queijo de Spenser Johnson é uma fábula sobre a forma como as pessoas lidam com a mudança, algo que tentamos a todo o custo evitar ou minimizar. Porém as mudanças ocorrem, quer queiramos, quer não, e são inevitáveis. Se pensar na pior coisa que já lhe aconteceu na vida: a perda de alguém que amava, o despedimento de um emprego… pensará certamente no quanto sofreu, associará esse acontecimento à “Descida ao Inferno”, mas depois, ultrapassada a situação, também se recordará, com certeza, coisas boas que daí advieram. Porque tememos a mudança? Porque temos medo do desconhecido, sentimo-nos familiarizados quando pisamos o solo que conhecemos, e por isso é tão difícil aventurarmo-nos por estradas ocultas. No entanto, os resultados podem ser surpreendentes… se confiarmos na Vida, no Universo, em Deus, ou em qualquer outra força suprema e aceitarmos que tudo aquilo que nos acontece é decididamente o melhor para nós.
publicado por aspalavrasnuncatedirei às 14:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Despedida

. O Valor de Uma Mulher

. Como Esquecer?

. Quando Me Amei de Verdade

. Reclamar ou Resolver?

. Emoção

. Eu acredito em Deus

. Aprendizagens

. Solidão vs Solitude

. Quem Mexeu no Meu Queijo

.arquivos

. Julho 2017

. Fevereiro 2016

. Outubro 2015

. Junho 2014

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Do outro lado do mundo, a...

. "Fala-me de um dia perfei...

. É abraçado a ti que todas...

. Parabéns, meu “Huckleberr...

blogs SAPO

.subscrever feeds